Thomaz Brasil

ABTM - Associação Brasileira de Torneiros em Madeira SAW - Surrey Association of Woodturners

Selo Feito na Serra Carioca

Madeiras

Tornearia pode utilizar uma grande variedade de madeiras, não necessariamente madeiras comerciais. As que uso em meus trabalhos são, em sua maioria, troncos, vigas e caibros que me foram presenteados por terceiros, fruto de podas, obras ou outras situações. Não há, no entanto, incentivo financeiro para que eles cortem as árvores e me dêem suas madeiras. As podas devem estar atorizadas pelos órgãos responsáveis e os motivos variam, mas em geral tem a ver com segurança ou estado fragilizado da árvore.

Às vezes uso peças provenientes de madereiras registradas e, quando possível, tem sua origem comprovada. Mais raramente, uso madeiras coletadas em bosques, matas e mesmo parques. Quando aplicável, há permissão das autoridades pertinentes e em hipótese alguma a madeira é retirada de árvores vivas.

Devido à disponibilidade, a madeira que mais tenho usado é proveniente do Pinheiro Cook (Araucaria columnaris), resultado de podas. Embora não seja nativa, a árvore é facilmente encontrada na região e sua madeira é boa de trabalhar. Ciprestes e outros tipos de pinheiros também já foram usados de forma bastante satisfatória.

Entre as árvores frutíferas, a Ameixeira-amarela ou Nespereira (Eriobotrya japonica ?), se tornou rapidamente uma de minhas preferidas. Além de corte excepcional, a madeira tem cheiro e cores fantásticos.

Entre as madeiras mais duras, Jatobá (Hymenaea courbaril) e Maçaranduba (Manilkara huberi) são de fácil aquisição em serrarias. Embora as peças finais fiquem muito bonitas, as madeiras são muito duras, mais difíceis de trabalhar e dar acabamento.

Outras madeiras que se mostraram boas de trabalhar e resultaram em objetos muito bonitos foram a Castanheira (Castanea sativa) e o Vinhático. Ambos tem veios e cores que valorizam os objetos.

Algumas das madeiras utilizadas, no entanto, não tem valor comercial algum. Entre estas, já usei Paineira (Chorisia speciosa), Abacateiro (Persea ameicana) e Fruta do Conde (Annona squamosa), cujas madeiras são muito porosas, leves e de difícil acabamento.

Contribuições

Se você quiser contribuir com madeiras para meus projetos, elas serão muito bem vindas mas, por favor, lembre-se que as árvores devem ser podadas somente com autorização dos órgãos responsáveis e eu NÃO COMPRO madeira de terceiros que não sejam madereiras ou serrarias registradas.

Também não realizo podas, apesar de conhecer e poder indicar profissionais qualificados para a tarefa na cidade de Petrópolis - RJ, e arredores.

Para mais informações sobre como contribuir com madeiras e/ou podas, por favor entre em contato.

Links de Interesse

Árvores do Brasil
Site com informações e links de interesse sobre árvores nacionais.

Madeiras Brasileiras - IBAMA
Banco de Dados de Madeiras Brasileiras desenvolvido pelo IBAMA.

REMADE - Revista da Madeira
O maior portal da indústria madereira nacional.

Perfil de Thomaz Brasil Galeria de Objetos Aulas de Tornearia